O que é cadastro positivo e como pode afetar suas finanças

O cadastro positivo pode se tornar obrigatoriedade com a votação da Lei Complementar 441/2017. Entenda o que é e como ele pode te afetar

Você já ouviu o termo cadastro positivo? Sabe do que se trata? Mais importante: você sabe como o cadastro positivo pode afetar as suas finanças?

A lei do cadastro positivo está em vigor desde 2011, mas está em votação agora no Senado um projeto de lei complementar que a tornará regra para todo cidadão.

O que é cadastro positivo?

Quando você vai solicitar a abertura de uma conta em banco, crediário em loja ou mesmo um crédito pessoal, bancos e varejistas fazem uma avaliação do seu perfil financeiro.

Contudo, eles só possuem acesso às informações do seu cadastro negativo. 

Isso significa que eles conseguem verificar se alguma empresa inseriu seu CPF no cadastro do SPC ou Serasa devido a alguma dívida não paga ou em atraso. Por outro lado, eles não podem consultar todas as vezes que você fez pagamentos em dia. 

O cadastro positivo servirá justamente para isso. Ele será seu histórico de "bom pagador", ou seja, toda vez que você fizer um pagamento em dia, os dados serão enviados para o seu cadastro, para que bancos, lojas e outras instituições possam consultar.

Para que serve o cadastro positivo?

O cadastro positivo é uma forma de dar mais informações para que os bancos e as empresas que oferecem crédito possam avaliar melhor o perfil do consumidor, para decidir sobre liberação ou recusa de crédito e taxa de juros.

Com a análise somente do cadastro negativo, muitas pessoas eram prejudicadas, visto que nos casos de terem atrasado uma conta eventualmente, e poderiam acabar tendo seus pedidos de crédito recusados, mesmo tendo sido boas pagadoras.

Como funciona o cadastro positivo?

Atualmente, para que um cidadão tenha seu cadastro positivo, ele precisa acessar o site do Serasa Consumidor e fazer seu cadastro.

Contudo, a lei complementar nº 441/2017 quer ampliar o cadastro positivo para todo cidadão brasileiro. Dessa forma, empresas poderão compartilhar os dados dos seus clientes automaticamente, sem que você precise se cadastrar.

Se você quiser mesmo manter suas informações sigilosas, não é preciso se preocupar. O projeto de lei prevê que quem quiser ter seus dados retirados do cadastro positivo pode fazer essa solicitação no Serasa.

Como o cadastro positivo afeta o cidadão?

Manter seu cadastro positivo pode ser interessante de diversas formas. Para começar, ao permitir que credores consultem também seus dados de pagamento positivos, você terá acesso a condições de crédito mais justas e adequadas ao seu perfil financeiro.

Com condições mais justas, espera-se também que as taxas de juros no mercado sejam reduzidas, uma vez que os bons pagadores não precisarão "pagar" mais pela inadimplência daqueles que não possuem uma boa reputação financeira.

 

Tags: bompagador cadastropositivo finanças nomelimpo

Veja mais