Homens gastam 40% mais que mulheres em compras online

Confira como o brasileiro anda gastando na Internet

É comum ouvir do senso comum que as mulheres gastam demais ou são descontroladas financeiramente, porém, não é isso que os dados revelam, pelo menos na esfera de compras pela Internet. Segundo um estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) os homens gastam 40% mais que mulheres em compras online.

A pesquisa revela que em 2018, a média de dinheiro gasto por homens em compras na Internet foi de R$ 359,43, enquanto a média das mulheres foi de R$ 257,69. 

Em geral, o hábito de comprar online tem crescido entre os brasileiros, isso porque o acesso está cada vez mais facilitado, principalmente por conta dos smartphones. Entre os entrevistados pela pesquisa, 86% disseram terem realizado ao menos uma aquisição em lojas online e, desses, 67% fizeram as compras por meio de smartphones.

Outra tendência é que e as ofertas online, muitas vezes, parecem ser mais vantajosas. Vejamos um exemplo: é muito mais fácil baixar um aplicativo de comparação de preços, como o Zoom ou o Buscapé e esperar que o produto que você deseja entre em promoção do que sair de loja em loja fisicamente pesquisando os preços. Pelos aplicativos é possível colocar um alerta e receber uma notificação a qualquer momento de quando o produto está mais em conta.

Com o advento dos smartphones, as redes sociais também viraram ferramenta de compra, você já deve ter reparado, por exemplo, a quantidade de anúncios que aparecem todos os dias enquanto você acompanha as novidades nas suas redes pessoais. Há quem diga, por exemplo, que o celular tem o poder de ouvir a gente, pois é só comentar sobre algum produto próximo ao aparelho que em seguida aparece o anúncio nas redes. Por isso, um terço dos consumidores afirmaram terem comprado por meio Facebook, Instagram, Youtube e WhatsApp no último ano.

Lado negativo

É vantajoso comprar pela Internet, porém, como tudo na vida, há pontos negativos. Os golpes são um destes pontos, a cada R$ 100 gastos em lojas online no ano passado, R$ 3,53 sofreram tentativas de fraude, apontou Mapa da Fraude 2019, feito pela empresa antifraude ClearSale.

Por isso, 61% dos consumidores dizem que o medo das fraudes fazem com que eles comprem menos do que gostariam pela Internet. 

Dentre os produtos que mais sofrem golpes estão: celulares, games, bebidas, eletrônicos e informática. 

Neste cenário, é possível tomar alguns cuidados para prevenir esses golpes que rondam o ambiente virtual de compras. A primeira dica é sempre pesquisar a reputação do site antes de comprar, leia os comentários do consumidor e pesquise em sites de avaliação como o Reclame Aqui. Além disso, desconfie de grandes ofertas, se o produto estiver muito mais barato do que deveria, provavelmente não é seguro comprar. Se viu uma oferta em um site conhecido, certifique-se se é o original, os golpistas muitas vezes criam cópias de sites tradicionais.

Seguindo as dicas é possível comprar de maneira segura e aproveitar tudo que as compras online têm para oferecer. 

Tags: consumo finanças

Veja mais