Home Office: por que não?

Entenda quais são as possibilidades que a flexibilização de regimes de trabalho reserva e como o trabalho home office já é uma tendência global

O que era puro exercício de imaginação há algumas décadas se tornou realidade. Estamos falando do trabalho remoto, o famoso home office.

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais empresas vêm implementando mudanças no regime de trabalho em áreas em que é possível a mudança. Em muitos casos, a transformação se dá por pura conveniência. Em tantos outros, trata-se da necessidade de reduzir custos.

Pesquisa online realizada pela consultoria Randstad sobre flexibilização em regimes de trabalho de empresas de diversos segmentos em mais de 30 países aponta para uma grande preferência pelo trabalho remoto. No Brasil, por exemplo, 7 em cada 10 entrevistados, se pudessem, optariam pelo trabalho home office.

Confira agora uma discussão sobre as possibilidades e os desafios desse novo modelo de trabalho.

Principais resultados da pesquisa

Como vínhamos falando, pesquisa realizada pela consultoria em recursos humanos Randstad traz resultados interessantes sobre o atual cenário do trabalho remoto no mundo. No Brasil, em especial, desde a regulamentação do trabalho home office pela reforma trabalhista, a expectativa é que a flexibilização dos regimes de trabalho se intensifique pelos próximos períodos.

Veja os principais resultados da pesquisa:

  • dois terços dos executivos trabalham de forma remota ao menos uma vez por semana em todo o mundo;
  • 77% dos brasileiros entrevistados afirmam que o home office oferece maior qualidade de vida aos funcionários;
  • 90% dos entrevistados dizem que gostam de trabalhar de modo mais flexível, pois assim conseguem manter um equilíbrio maior entre trabalho e vida pessoal.

Confira a tabela a seguir com o nível de flexibilização de regimes de trabalho nos países pesquisados:

 

Entrevistados que afirmam trabalhar em escritório, sem flexibilização

Entrevistados que afirmam já trabalhar com algum nível de flexibilização

Média global

68

44

Argentina

74

34

Áustria

62

30

Bélgica

59

42

Brasil

75

45

Canadá

68

40

China

81

66

Dinamarca

58

39

Estados Unidos

68

43

Índia

85

69

Itália

65

43

México

81

46

Noruega

55

34

Portugal

60

41

Suécia

51

42

Holanda

47

46

Reino Unido

65

50

Desafios e vantagens do trabalho home office

Como alguns dados da pesquisa trazida aqui revelam, o trabalho remoto divide opiniões. Ainda há quem prefira a rotina do escritório, enquanto muitas pessoas consideram a mudança como algo positivo.

Conheça as vantagens e os desafios do trabalho home office:

Vantagens

  • Possibilidade de encaminhar compromissos pessoais com maior facilidade por permanecer em casa por mais tempo;
  • Realizar horário de almoço estendido e, assim, descansar no meio do dia antes de retomar as atividades;
  • Preparar as próprias refeições, algo que é mais difícil de se fazer em um regime de trabalho tradicional;
  • Maior flexibilidade para organizar a própria rotina de trabalho, já que não é exigida a permanência no escritório por 8h ininterruptas.

Desvantagens

  • Problemas ligados à adaptação que podem afetar a produtividade de quem acaba de iniciar essa transição;
  • Distância do escritório pode trazer dificuldades de comunicação, caso não haja uma delimitação clara de horários e canais exatos para conversas entre membros de uma mesma equipe;
  • Dificuldade para compatibilizar compromisso profissionais e pessoais durante o dia;
  • Maior tendência à procrastinação, dado que o ambiente doméstico concentra maior número de situações de distração.

Como você pôde conferir, o trabalho remoto aparece como uma tendência global, sendo que as relações trabalhistas no Brasil caminham para a efetivação desse modelo em uma escala cada vez maior. Caso você ainda não tenha nenhuma experiência trabalhando diretamente de sua casa, comece a assimilar essa ideia. A flexibilização pode vir a acontecer já em seu atual trabalho.

Agora nós queremos saber qual a sua opinião sobre trabalho remoto. Você já teve alguma experiência? Se sim, como foi? Conte para gente nos comentários.

 

Tags: carreira home office profissional tendência

Veja mais